Categoria: Literatura e Poesia

Antologia Poética – Anna Akhmátova

Antologia Poética – Anna Akhmátova – “Uma voz feminina contra a opressão Tradução do russo, seleção, apresentação e notas de Lauro Machado Coelho O tom intimista e confessional de sua poesia fez com que Anna Akhmátova (1889-1966) se tornasse um grande sucesso desde a publicação de seu segundo …

Pé de Pilão – Mario Quintana

Pé de Pilão – Mario Quintana – Mais do que um poema, estes versos contam a aventura fantástica que um menino vive quando é transformado em um patinho amarelo por uma bruxa e precisa reencontrar sua avó. É bom que você saiba que esta é uma história diferente …

Um Carinho na Alma – Braulio Bessa

Um Carinho na Alma – Braulio Bessa conquistou o Brasil com seus cordéis no programa Encontro com Fátima Bernardes. Ilustrado pelo artista cearense André Nódoa, Um carinho na alma é um livro para aguçar a sensibilidade e aconchegar o coração. “Toda poesia é libertadora, e Bráulio Bessa comprova …

Carderno H – Mario Quintana

Carderno H – Mario Quintana – Por décadas, Mario Quintana publicou no jornal “Correio do Povo”, de Porto Alegre, seu “Caderno H”, feito de poesia, humor, sabedoria. Da crônica ao poema, passando pelas frases cheias de espírito, esses cadernos foram os grandes responsáveis pela consagração popular de sua …

Poesia Reunida – Adélia Prado

Poesia Reunida – Adélia Prado – Grandes sucessos de Adélia Prado em uma edição de luxo de capa dura Adélia Prado, uma das mais renomadas autoras brasileiras, sabe como ninguém retratar a alma e os sentimentos femininos em seus poemas, contos e romances. Acostumada a verbalizar em sua …

Baladas – Hilda Hilst

Baladas – Hilda Hilst – Volume inédito, reúne os seus três primeiros livros de poesia. “Baladas”, tem interesse porque é mesmo poesia em direito pleno de idade. O livro é uma compilação dos três primeiros livros de poesia de Hilda Hilst – ‘Presságio’, de 1950; ‘Balada de Alzira’, …

A Vaca e o Hipógrifo – Mario Quintana

A Vaca e o Hipógrifo – Mario Quintana – Editada pela primeira vez em 1977, “A vaca e o hipogrifo” apresenta Mario Quintana no esplendor da maturidade como poeta. O título mostra a informalidade do autor, empregando constantemente expressões do cotidiano e se utilizando tanto da prosa quanto …